PEQUENAS MUDANÇAS, GRANDES RESULTADOS: 5 MOVIMENTOS CAPAZES DE TRANSFORMAR O CORPO

Se quando você pensa em emagrecer ou definir o corpo sofre só de pensar nas alterações radicais que deverá enfrentar na rotina, pode sentir desânimo e permanecer no mesmo estágio sem sequer tentar mudar de vida. Mas saiba que pequenos passos simples são capazes de promover verdadeiras e grandes transformações.

Dicas simples para transformar o corpo

1. Conte com a companhia de amigos: ser estimulado a realizar mudanças por pessoas próximas faz toda a diferença no processo. Arrumar companhia para ir para a academia ou frequentar grupos de treinos afasta a preguiça e ajuda a manter frequente as atividades físicas. Vale até reunir os amigos para ir a feiras ou mercadões para comprar e compartilhar alimentos saudáveis.

pequenas-mudancas-grandes-resultados-5-movimentos-capazes-d2e-transformar-o-corpo Leia Mais, Clique Aqui!

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DO MILHO

São várias as facetas desse alimento à mesa. Aparece assado na espiga, chega cozido com leite e canela à canjica, ou munguzá – como se diz no Nordeste –, surge como um floco branco nos trajes de pipoca, vem em forma da polenta dos italianos ou, ainda, se apresenta como tortilha mexicana… É receita de tudo que é canto mesmo. Até porque a parceria do milho com a humanidade é sucesso há milênios. E, conta-se, o vegetal era bastante diferente do que se conhece hoje. Foi por obra de cruzamentos entre diferentes variedades que o grão ficou vistoso e, o que é melhor, nutritivo.

Conheça os benefícios do milho Leia Mais, Clique Aqui!

OS 6 ALIMENTOS QUE ESTUDOS RECENTES APONTAM COMO ESSENCIAIS NA DIETA

Paula Vasconcelos, nutróloga do Espaço Volpi (SP), selecionou os superalimentos que estudos recentes apontam como essenciais e dos quais vamos ouvir falar muito mais nos próximos anos

Há algum tempo, alimentos como quinua, linhaça e chia, pouco conhecidos até então, passaram a frequentar a mesa de todos aqueles que buscavam saúde no prato, referendados por uma série de estudos. Mas o que dizem os últimos e confiáveis estudos a respeito dos alimentos que, de fato, fazem bem à saúde e que, portanto, precisam fazer parte de nossa dieta diária nos dias de hoje? Dra. Paula Vasconcelos, nutróloga do Espaço Volpi (SP), selecionou seis itens essências à saúde e sobre os quais ainda vamos ouvir falar mais maravilhas nos próximos anos. São eles:

Os 6 alimentos que estudos recentes apontam como essenciais na dieta
1. Açafrão. Também conhecido como cúrcuma, trata-se daquele conhecido tempero amarelo que compõe o curry (mix de especiarias). É rico em curcumina, substância eficaz no tratamento de doenças inflamatórias como artrites e tendinites. Ultimamente vem sendo apontado como potente arma na prevenção do câncer. Leia Mais, Clique Aqui!

DIETA DO HCG: A POLÊMICA DA NOVA APOSTA DAS CELEBRIDADES

Tem muita gente perdendo até 15 quilos em um mês com uma prática que foi moda nos anos 1970 e agora voltou com tudo. Por isso BF decidiu examinar a Dieta do HCG, tão milagrosa quanto perigosa

Quando o assunto é perda de peso duradoura, não existe milagre. Você cansou de escutar isso aqui em BOA FORMA. Mas foi só o ex-BBB Rodrigo Carvalho postar nas redes sociais fotos impressionantes de antes e depois de sua mulher, Thais Machado, que a internet veio abaixo no fim do ano passado: 10 quilos a menos em apenas 20 dias! De lá para cá, famosas e anônimas passaram a aderir à prática capaz de eliminar quilos extras em tempo recorde. A Dieta do hCG, hit nos anos 1970, voltou com força total. Não é à toa: de todos os programas de emagrecimento express, ela se supera ao prometer não só enxugar peso mas também atacar justamente as gordurinhas localizadas, que insistem em grudar nos culotes ou que formam aquela bananinha bem abaixo do bumbum. Parece perfeito, mas a maioria dos especialistas condena a prática. Vem saber por quê.

Dieta do HCG: a polêmica da nova aposta das celebridades Leia Mais, Clique Aqui!

WELLNESS COACHING: O MÉTODO QUE DEFENDE O EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL

Dietas funcionam – desde as prescritas por especialistas até as mais mirabolantes. Mas dão certo apenas para uma minoria, de acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e publicada no jornal científico American Psychologist. A autora, Traci Mann, que revisou 31 estudos sobre obesidade, aponta que é fácil perder de 5% a 10% do peso; no entanto, é ainda mais provável recuperá-lo. Ao menos 41% dos pacientes avaliados não só readquiriram os quilos perdidos como ganharam mais peso após um período de dois anos. “É uma questão de perfil. Para essas pessoas, imposições e metas incompatíveis com seu estilo de vida tornam o emagrecimento insustentável”, diz a educadora física e coach Luciana Lancha, do Instituto Vita, em São Paulo. Isso nada tem a ver com falta de força de vontade. Por trás dessa dificuldade em levar uma dieta restritiva adiante, está o complexo processo de recompensa e gratificação, associado ao consumo de determinados alimentos, capazes de desencadear a produção de dopamina, substância que ativa no cérebro as áreas ligadas ao prazer. Humor e emoções têm efeito direto sobre a escolha do que se vai comer e a quantidade que será ingerida. Aí entra o wellness coaching, suporte profissional para quem pretende lidar melhor com alimentação, rotina de exercícios físicos e manutenção de uma vida mais saudável. “Muito mais que emagrecer, ele busca a ampliação da consciência. A ideia é que a pessoa perceba o que faz bem e o que a sabota para que, com o tempo, novos hábitos sejam incorporados ao seu dia a dia de maneira natural e factível, tendo o emagrecimento como consequência”, afirma Carlos Amorim, presidente da Sociedade Brasileira de Wellness Coaching, no Rio de Janeiro. Veja a seguir por que esse método pode funcionar para você:

01 Leia Mais, Clique Aqui!

AFINAL, O QUE O COLESTEROL FAZ NO NOSSO CORPO?

Pode até parecer incoerente, já que o desequilíbrio dessa gordura traz encrencas. Mas é justo dizer: o colesterol é vital para o nosso corpo. Não estamos ignorando, lógico, entupimentos nas artérias e outros malefícios que fazem colesterol soar como um palavrão. Mas o fato é que nenhuma célula do organismo vive sem ele. Cada uma delas é envolvida por uma camada dessa gordura que facilita a entrada e a saída de substâncias. No cérebro, esse revestimento evita curto-circuitos nos neurônios. O colesterol tem a ver também com a fabricação da bile, ou seja, está ligado à digestão. E, sem ele, desanda a produção dos hormônios sexuais, da vitamina D e do cortisol, responsável por reações de alerta, e até o combate a inflamações.

01 Leia Mais, Clique Aqui!