Afinal, por que nós bocejamos? Razão fisiológica vai te impressionar

Basta levantar da cama logo de manhã para sentir uma vontade incontrolável de bocejar. Ao longo do dia, bocejamos tanto que fica difícil contabilizar usando apenas os dedos das mãos.

Mas, afinal, por que será que bocejamos? Engana-se quem pensa que abrir o bocão é apenas sinal de noites mal dormidas e sono acumulado. O bocejo tem uma razão fisiológica para existir: ele tem capacidade de refrescar nosso cérebro.

Essa foi a constatação de um estudo da Universidade Estadual de Oneonta (EUA), liderado pelo professor de biologia Andrew Gallup: “É um mecanismo de refrigeração do cérebro”.

Leia Mais, Clique Aqui!

Como saber se um homem é bom de cama antes de ir para a cama com ele

Você já flerta e tem momentos de carinho com um novo pretendente há algum tempo e, sentindo a proximidade de que as coisas podem esquentar ainda mais, fica na dúvida e na expectativa para saber se ele realmente é bom de cama ou se precisará trabalhar extra para se satisfazer. Conheça algumas dicas que ajudam a descobrir se terá uma boa surpresa entre quatro paredes:

Ele é bom de cama? Dicas de como descobrir

1. Ele realmente ouve o que você tem a dizer e sempre procura saber mais sobre sua intimidade, gostos e preferência na vida. Um homem que dá esses sinais certamente se preocupa com o outro (e não só consigo) e, consequentemente, é bom de cama.

Leia Mais, Clique Aqui!

Crise de enxaqueca pode matar?

Em todo mundo, estima-se que a enxaqueca, uma condição neurológica que deixa mais de 90% dos pacientes debilitados e incapacitados de realizar atividades normais, afeta 1 em cada 10 pessoas, sendo mais frequente entre mulheres.

Os sintomas mais comuns de enxaqueca dores de cabeça latejante, náuseas, sensibilidade a som e luz, visão turva e tonturas. Os primeiros sinais normalmente são apresentados cerca de 24 horas antes de uma crise.

Leia Mais, Clique Aqui!

Por que ficamos arrepiados quando sentimos medo?

Uma brisa inesperada e gélida instantaneamente deixa nossos pelos arrepiados, reproduzindo uma resposta natural do corpo que aumenta a camada isolante na pele para amenizar a sensação. Até aí, tudo bem. Mas por que também ficamos arrepiados quando sentimos medo? Existe uma relação entre os dois tipos de movimento involuntário dos pelos?

Arrepio é um mecanismo de defesa

Quem tem gato em casa provavelmente já deve ter notado que, quando assustados, eles costumam eriçar e arrepiar os pelos, especialmente os da cauda. O fenômeno que ocorre entre os humanos possui a mesma raiz: parecer fisicamente maior diante de uma suposta ameaça.

Leia Mais, Clique Aqui!

20 alimentos com alto poder desintoxicante

Quando se fala em dietas e alimentos detox imediatamente pensamos em água, chás e sucos verdes, mas a verdade é que existe uma grande variedade de comidas saudáveis que contribuem para a perda de peso e a limpeza do organismo através de eliminação de toxinas. Conheça exemplos de 20 poderosos alimentos desintoxicantes para incluir no cardápio e variar nas preparações:

Alimentos que fazem detox no corpo

Óleo de coco: em altas temperaturas, o alimento se comporta melhor que o azeite de oliva tradicional e é mais eficaz no aumento do bom colesterol do que a maioria das outras gorduras naturais.

Leia Mais, Clique Aqui!

Está tomando um gelo de alguém? 7 coisas que é importante você saber

Atitude bastante comum, mas extremamente tóxica em relacionamentos amoroso, o tratamento de silêncio, ou seja, ignorar completamente o parceiro, pode acabar se transformando em um hábito malicioso que prejudica muito a autoestima da vítima do menosprezo. Se você está tomando um gelo de alguém, entenda por que deve colocar um ponto final na situação:

Fatos que você precisa saber sobre dar um gelo na relação

1. Antes de mais nada é preciso saber que o tratamento de gelo não pode ser considerado algo comum e banal, tampouco ser encarado como um comportamento aceitável.

Leia Mais, Clique Aqui!

Como o cérebro reage quando consegue ouvir algo que não estava entendendo

Um trabalho científico observou, por meio de exames, o que ocorre no cérebro quando algo que ouvimos, mas não conseguimos entender, de repente é identificado e faz sentido.

Sabe quando você está na balada e um amigo está tentando te dizer algo, mas você não consegue ouvir? A fala só fica clara quando, depois de muitas tentativas, você entende o contexto, não é?

O objetivo da pesquisa, portanto, era entender melhor os mecanismos da percepção humana e, de acordo com os cientistas, a maior compreensão de como o cérebro filtra os ruídos pode contribuir para a criação de aparelhos voltados a pessoas com problemas de fala e audição.

Leia Mais, Clique Aqui!