Elas são capazes de mudar toda a feição de uma pessoa, deixando-a com um aspecto cansado. Mas cada tipo tem uma solução correspondente, descubra quais são:

Acordar e dar de cara com “molduras” nos olhos pode ser desesperador. É como se fosse um atestado facial de que a rotina não tem sido fácil. E ninguém quer que isso esteja tão aparente, por isso as mulheres recorrem à maquiagem e à água fria como soluções imediatas. A dermatologista Natalia Cymrot (SP) explica a relação entre o cansaço e as olheiras: “Elas aparecem porque existe algum grau de desidratação da pele das pálpebras e dificuldade de circulação local, causando o inchaço”.

Mas saiba que essa não é a única causa. Há três principais motivos para que seus olhos apresentem esse tipo de sintoma. Além do edema, o excesso de pigmento e a transparência da pele são os culpados. Para fazer um autoexame, a dermatologista Alexandra Bononi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), sugere apertar o local com o dedo polegar. “Se ele clarear, a causa é a má circulação. Se não clarear, trata-se de hiperpigmentação. Na condição de transparência de veias, a identificação é simples: os vasos são visíveis por causa da textura fina da pele.”

O que é hiperpigmentação?

É uma característica hereditária, comum em pessoas morenas. “Além da genética, decorre do acúmulo de melanina devido à exposição solar ou ao estímulo hormonal”, afirma Karla Assed, membro da SBD.

A coloração das pálpebras também sofre alteração. Para tratá-las, o mais indicado é o laser, além de cremes com vitaminas A, C etioglicólico e despigmentantes: a hidroquinona, o arbutin e o ácido kójico.

Má circulação

Na presença de inchaço, este é o caso. “Acontece, na maior parte das vezes, por circulação sanguínea deficitária ou retenção de água. Quando não desaparecem, a causa é hereditária”, afirma Alexandra. Ela também informa que os casos transitórios se dão por tabagismo, excesso de álcool, estresse, noites mal dormidas e reações alérgicas. Nessas situações, o tratamento é feito pelo combate do fator causador. “Para aliviar o inchaço, compressas de camomila gelada ou pepino podem ser usadas. Além disso, rolinhos de metal ou aparatos frios aplicados no local ajudam. Esse procedimento melhora a drenagem linfática”, indica a especialista.

Transparência das veias

Pessoas com a pele muito clara e idade avançada são as principais vítimas. “Conforme vamos envelhecendo, a pele vai ficando mais fina e as veias mais profundas, aparecendo mais. Como se o olho ficasse mais fundo”, diz Alexandra. Nessa condição, pode-se realizar o preenchimento com ácido hialurônico, que aumenta a distância da pele dos vasos, melhorando o aspecto.

,clipping todamulher.com.br

Fonte : Revista Viva Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *