A perda de peso varia de pessoa para pessoa, mas a média é de 1,5kg por semana

Você provavelmente já ouviu falar sobre a amora, mas será que conhece todos os benefícios que esta fruta pode oferecer à sua saúde?!

Existem diferentes tipos de amoras: vermelhas, brancas e negras. Elas possuem tamanho pequeno, variando entre 1 a 3 centímetros, dependendo da espécie.

Liliane Oppermann, médica nutróloga, com título de Especialista pela Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) e Ex-Diretora da Associação Médica Brasileira de Ortomolecular (Ambo), explica quais são as propriedades nutricionais da amora:

Fruto: é rico em vitaminas e minerais, fonte de ferro, vitamina C e cálcio. Contém ainda antocianinas, antioxidantes capazes de reverter os danos causados à célula pelos radicais livres.

Folhas: são utilizadas para fazer o chá de amora, que atualmente tem feito muito sucesso pelos diversos benefícios que pode oferecer à saúde. É na folha que está a maior concentração de magnésio, fósforo, potássio e cálcio, como também vitaminas antioxidantes, como Vitamina C e E.

Benefícios do chá de amora

Liliane Oppermann explica que o chá de amora começou a ser estudado no Japão. “Sua eficácia foi testada e aprovada primeiramente pelo Ministério da Saúde do Japão, vindo a ser divulgada pelo Canal de Tv Japonesa NHK”, diz.

A médica nutróloga explica que, após tais estudos com o chá de amora (Amora Miura), pode-se concluir que ele tem efeitos poderosos. Dentre eles, destacaram-se.

Possui efeito vitalizante: como é riquíssimo em magnésio, potássio e fósforo, aumenta a resistência e dá energia, além de aumentar a imunidade.

Combate a diabetes: o chá ajuda a combater a diabetes pois possui a DNJ, inibidora da taxa de glicose com a liberação natural de insulina.

Melhora o funcionamento dos rins e fígado: auxilia na melhora do funcionamento do fígado e dos rins, inibindo o acúmulo de gordura e colesterol nestes órgãos.

Combate a osteoporose: pode ser um importante aliado no combate à osteoporose pois possui 22 vezes mais cálcio do que o leite, além de conter mais potássio, magnésio e ferro natural, proteína, fibra, zinco e levedura.

Melhora a circulação: através de melhora das taxas de colesterol e gorduras neutras no sangue, o chá melhora a circulação sanguínea.

Evita a hipertensão: por possuir o ácido y-aminobutírico (GABA), um hipotensor, oferece efeito de normalização e de inibição da elevação arterial.

Diminui os sintomas da menopausa: regula os hormônios atuando com eficácia nos sintomas da menopausa.

Ajuda a inibir o surgimento do câncer: segundo estudos, as folhas da amora têm propriedades que podem inibir o surgimento do câncer.

Regula o trânsito intestinal: por possuir significativa quantidade de fibras, o chá de amora facilita o trânsito intestinal e ajuda a melhorar a prisão de ventre. Diminui ainda os bacilos nocivos sem afetar os benéficos – o que mantém a flora intestinal em boas condições.

Evita a proliferação de fungos: o chá de amora pode ainda inibir a proliferação de fungos, além disso, tem efeitos bactericida e anti-inflamatório.

Ajuda a combater a calvície: por revitalizar a circulação no couro cabeludo e inibir progressivamente a queda dos fios, o chá de amora pode ser um bom aliado no combate à calvície.

Chá de amora emagrece?

Esta é uma das principais dúvidas sobre o assunto. Liliane Opperman explica que o chá de amora pode, sim, colaborar para a perda de peso.

“Isso acontece devido à presença de fibras e leveduras, que facilitam a digestão e melhoram o funcionamento do intestino, além de inibir o acúmulo de gordura no corpo, principalmente o acúmulo de gordura nas vísceras, evitando assim a obesidade”, destaca a médica nutróloga.

Porém, Liliane Opperman lembra que o chá serve apenas como aliado. “É importante o acompanhamento nutricional para que o cardápio seja equilibrado e completo, de acordo com as necessidades de cada pessoa”, destaca.

Ainda de acordo com a nutróloga, a perda de peso varia de pessoa para pessoa, mas a média é de 1,5kg por semana, tendo uma alimentação balanceada e uma prática diária de exercícios físicos (aliadas ao consumo do chá de amora).

Como fazer o chá de amora?

De acordo com Liliane Opperman, as propriedades medicinais do chá de folhas de amora são potencializadas na infusão. A receita é simples:

Em uma panela de ferro, colocar 1 litro de água;
Desligar o fogo assim que começar a ferver;
Colocar a água em um recipiente e acrescentar uma colher de sopa de folhas de amoreira secas.
Quando estiver morno, coar e beber sem adoçar.
A nutróloga destaca que o chá pode ser guardado na geladeira ou em uma garrafa térmica por não mais que 24 horas.

Como deve ser o consumo do chá de amora?

Liliane Opperman dá algumas dicas a respeito do consumo do chá de amora:

É aconselhável preparar e consumir o chá no mesmo dia.
O litro preparado do chá de amora pode ser consumido gelado ou quente, 3 vezes ao dia, entre as principais refeições.
Você pode começar a tomar o chá de amora pela manhã, mas não é preciso tomá-lo, necessariamente, em jejum.
Contraindicações do chá de amora

De acordo com Liliane Opperman, não há contraindicações conhecidas em relação ao chá de amora. “Contudo, seu consumo em gestantes e lactantes deve ser avaliado anteriormente por um profissional nutricionista”, destaca.

 

 

 

Fonte: dicasdeMulher

,clipping todamulher.com.br

0 comentários para “Chá de amora ajuda a emagrecer e oferece outros benefícios

  1. HOJE, POSSO INDICAR AS PESSOAS QUE, POR UM BOM TEMPO TENTARAM EMAGRECER E NÂO CONSEGUIRAM…EIS AI UM CHAZINHO QUE INDICO. ESTOU FAZENDO USO E JA VEJO AS MUDANçAS, JA PERDI 3 KLS, NAO FOI MUITA COISA, MAIS PRA QUEM NAO CONSEGUIA PERDER NEM UMA GRAMA ESTOU FELIZZZZ DEMAIS. ESTAVA COM 68KLS POR ANOS E DEPOIS DE QUASE 3 MESES, PERDI 3KL… ESTOU SATISFEITA E APROVO… MAIS TEM QUE BEBER MESMO, TODOS OS DIAS PELO MENOS UMA GARRAFINHA DE 500ML POR DIA. E VERAO O RESULTADOS, COM CERTEZA*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *