kate-middleton-01Se entre toda a folia que foi o casamento real a questão que mais assombrou sua cabeça foi: Como Kate Middleton conseguiu ficar tão magra? Bom , saiba que você não foi a única. Na verdade médicos, nutricionistas e muitas mas muitas mulheres também quiseram  saber o nome do milagre, e conseguiram descobrir! O nome é  “Dieta Dukan”. O regime adotado por Kate Middleton e sua mãe, Carole, também já foi a estratégia de Penelope Cruz e Jennifer Lopez para emagrecer; e foi criado pelo francês Pierre Dukan, sendo popularizada há dez anos quando lançada no livro “Eu não consigo emagrecer”. Pelo que vimos no visual bastante esguio da nova duquesa, a receita promete bons resultados, entretanto, mostra-se bastante criticada por médicos por ser demasiadamente restritiva; por isso, vale atentar aos detalhes, consultar um nutricionista e pedir uma avaliação profissional antes de investir na Dieta Dukan; afinal, antes de tudo, o importante é priorizar o seu bem estar e sua saúde!

A princípio sem grandes novidades ou restrições, a receita sugere um cardápio a ser seguido, inicialmente, de forma semanal; sendo que no final, depois de reduzidas algumas medidas, a indicação é que se mantenha a educação alimentar programada e recomendada para quem a aderiu de forma disciplinar para conseguir, posteriormente, manter o peso. Abaixo, listamos as dicas e os alimentos que compõem as quatro fases dessa dieta, confira.

Fase 01 A fase das proteínas puras (PP): Perda de 3 a 5kg na primeira semana

Alimentos permitidos:
vitela
carne de vaca
carne de aves sem a pele (exceto o pato e o gansos)
fiambre ligth
ovos
tofu
presunto
todos os peixes e mariscos
lacticínios magros
Devemos beber 1,5 litros de líquidos por dia
água
café
chá
Pode comer a  quantidade que quiser destes ingredientes, deve ter o cuidado em não utilizar nenhum tipo de gordura na sua confecção. Prefira comer grelhados, a vapor, cozidos….

Adotada entre cinco e dez dias, nesse primeiro período a receita pede que sua alimentação seja composta exclusivamente por proteínas; carnes magras são liberadas desde que preparadas sem óleo ou manteiga. Porco e cordeiro são proibidos, as carnes branca – sem pele – ou vermelha podem ser assadas, cozidas ou grelhadas; sendo que as opções contam também com frios, dois ovos por dia, laticínios de baixa porcentagem de gordura (iogurtes, leite desnatado e queijo branco) e temperos como sal, mostarda, alho, cebola, vinagre e pepino em quantidades dosadas. Em todas as etapas da dieta, a ingestão de pelo menos um litro e meio de líquidos é essencial; sendo permitidos os refrigerantes diet que apresentem um teor calórico inferior a 1caloria por copo, os cafés e os chás sem açúcar ou com gotas de adoçantes artificiais; além disso diariamente recomenda-se o consumo de uma colher e meia de farelo de aveia.
Bolsa Pantera Cor de Rosa P0A104PT

Fase 02 Fase da alternância de proteínas: (PL): Perda de 1kg por semana
Alimentos permitidos:
todos os alimentos da fase 1
legumes
tomate
pepino
rabanete
espinafre
aipo
erva-doce
alface
acelga
berinjela
pimentão
Alimentos proibidos:
batatas
arroz
milho
leguminosas
abacate,

Aqui o cardápio anterior é mantido e ganha alguns novos ingredientes. As verduras passam a ser liberadas, sendo indicada a ingestão alternada priorizando um dia as proteínas, e outro os vegetais crus, assados ou cozidos. Soja também integra a receita, a qual proíbe – ainda – itens como: batata, milho, arroz, cenoura, beterraba, feijão e lentilha. A mesma quantidade de líquido deve ser ingerida, enquanto as colheradas de aveia aumentam para duas diárias. Esse regime é de fase indeterminada; você deve manter essa alimentação até que atinja o peso desejado.

Fase 03 Fase da transição: Manter o novo peso:

A fase de transição dura 10 dias por cada quilo que você perdeu nas duas fases anteriores, por exemplo, se nas fases 1 e 2 você perdeu 5 kg, a terceira fase tem obrigatoriamente de durar 50 dias.
Alimentos permitidos:
carne brancas
ovos
todos os peixes e mariscos
lacticínios magros
legumes cozidos e crus
1 peça de fruta por dia mas evitar as bananas, as uvas e as cerejas
pão integral (duas fatias por dia)
2 refeições por semana (massa, arroz, batatas, leguminosas…)

Nesta fase é permitido cometer 2 vezes “pecado” por semana, mas não é ao longo do dia,os excessos limitam-se a uma refeição. O nosso conselhos é que o faça ao sábado à noite.

Na terceira etapa, o objetivo das indicações alimentares está em manter o peso conquistado; para tal, essa fase tem uma duração diretamente dependente do quanto se emagreceu com a dieta. Cada quilo perdido corresponde à dez dias de alimentação seguindo esse terceiro cardápio, o qual além dos alimentos anteriormente liberados passa a contar também com: verduras e legumes sem grandes restrições, duas fatias de pão integral e uma porção diária de frutas (maçã, laranja, pêra, ameixas, morangos). Entre o que deve ser evitado, temos: cerejas, banana, frutas secas; no entanto, aqui, a sua semana pode ter duas refeições livres, nas quais itens proibidos tais como as massas podem ser consumidos, contanto que de forma moderada e sem exageros. É importante destacar, no entanto, que essas duas refeições não devem ser no mesmo dia, sendo essencial entre elas uma reservada às proteínas. Líquidos e as duas colheres de aveia são mantidos.

Fase 04 Fase de consolidação e estabilização: Privilegiar a alimentação e os novos hábitos

Esta é a fase mais duradoura e importante da dieta, deve ter os cuidados da fase anterior e consumir todos os dias, 3 colheres de sopa de farelo de aveia e 3 colheres de farelo de trigo.
1 dia por semana deve consumir apenas alimentos protéicos.
Dicas:
Pesar todos os dias, para orientar os nossos erros.
Consumir 10 gr de proteínas por kilo que temos

Por fim, depois de uma verdadeira reeducação alimentar, os novos hábitos devem ser mantidos para que o novo peso e corpo também continuem os mesmos. Grande parte das pessoas erra ao abandonar os cuidados logo que se perde a quantidade desejada de quilos; contudo, é exatamente nesse ponto que se deve valorizar os esforços anteriores e ver neles uma forma mais adequada e sadia de se alimentar. Os alimentos aqui são liberados para seis dias, sendo que apenas uma vez por semana você deve voltar às regras iniciais e fazer refeições com base em proteína. Aveia e líquidos têm a mesma importância anterior; sendo que essa adaptação pode trazer resultados ainda melhores se combinada à prática de exercícios físicos.

Fonte: http://www.portaisdamoda.com.br/, clipping todamulher.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *