ginastica passivaToda vez que vemos aquelas mulheres lindas , com corpos perfeitos numa propaganda de aparelhos de ginastica passiva, pensamos: É possível exercitar-se passivamente?
Normalmente através da descarga de impulsos elétricos em pontos específicos da musculatura, um aparelho de ginástica passiva,  promove a contração involuntária do músculo. Esta contração, similar à comandada ao músculo pelo cérebro durante atividades físicas normais, seria, então, uma forma de exercitar e tonificar os músculos.
Normalmente, ao se praticar atividades físicas, o exercício da musculatura se dá através de atividades com maior ou menor grau de esforço aeróbico. Com a utilização de um aparelho de ginástica passiva há pouca ou nenhuma atividade aeróbica. Os músculos exercitados são os localizados na área de atuação do aparelho. Assim, aparelhos de ginástica passiva podem não ser muito úteis se o que você quer é “queimar gorduras“.
Por outro lado, como reportado por inúmeros usuários, a utilização de um aparelho de ginástica passiva pode ajudar na tonificação dos músculos. Se é isso que você quer, vale à pena tentar, sabendo que esse tipo de aparelho já foi proibido nos EUA.
Especialistas de educação fisica dizem que as massagens, os alongamentos passivos e todo o método dessa ginástica são muito úteis , mas como complemento da ginástica convencional. Segundo eles Não há milagres! Além do que a prática de atividade física não traz apenas benefícios estéticos, mas também melhora a saúde, o condicionamento físico geral e o humor. Fazendo exercícios ativos, os resultados são mais rápidos, seguros e duradouros. Enfim, são mais eficientes.
Mas isso não tira nossa esperança que um dia os cientistas inventem a maquina salvadora que um dia deixara todas com os corpos perfeitos. Vamos continuar desejando !!!

Clipping todamulher.com.br

0 comentários para “GINÁSTICA PASSIVA FUNCIONA?

  1. Nossa achei muito interessante e muito legal…
    Esse aparelho é bom para quem não esta muito afim de correr 6:00 horas da manha haha…
    mais eu gostei e quem sabe um dia eu não use-o também…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *