APRENDA A PREVINIR O INCHAÇO NAS PERNAS

APRENDA A PREVINIR O INCHAÇO NAS PERNASNo final de um dia corrido, algumas pessoas percebem que a meia ou o calçado apertou e “marcou” a pele, então reparam no problema circulatório causado pelo calor. As altas temperaturas, típicas do verão, representam um inimigo para a circulação sanguínea. Com o excesso de calor, as veias do corpo se dilatam, o que pode causar inchaço, formigamento, sensação de peso e até dor nas pernas e nos pés. . Isso acontece devido à vasodilatação das veias, ou seja, o corpo precisa favorecer a transpiração e fazer uma troca de calor com o meio ambiente, para que a pressão não fique muito alta.

Além do calor, outros fatores que podem facilitar a ocorrência de problemas circulatórios, especialmente entre as pessoas que não praticam exercícios físicos são: viagens longas, alteração na alimentação e no sono, obesidade,fumar, beber em excesso e uso de anticoncepcionais. Entre os problemas circulatórios mais comuns, as varizes – veias doentes, que ficam tortuosas,alongadas, dilatadas e dificultam a circulação sanguínea – são as mais frequentes. De acordo com especialistas, as varizes surgem porque o sangue que deveria circulare ir até o coração acaba ficando acumulado na perna.

A trombose é a incidência mais preocupante entre os males circulatórios. A doença ocorre quando um coágulo (também chamado de trombo) obstrui uma veia profunda e impede ou dificulta parcialmente a passagem de sangue no local.

Entretanto, medidas simples e diárias podem fazer a diferença na prevenção destes males,
Beba muita água
Diminua o consumo de sal nas refeições
Tenha cuidado com o excesso de peso;
Pratique atividades físicas
Consulte um angiologista antes do início de qualquer rotina de atividade física;
Em repouso, eleve as pernas para melhorar a circulação
sanguínea
;
Não permaneça muito tempo em ambientes com temperaturas elevadas;
Movimente os pés
Não permaneça por muito tempo sentado ou em pé
Use meias de compressão para auxiliar a circulação

FONTE: http://www.guiademulher.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *